Conheça a tinta que se regenera!

Uma tinta que se regenera não é mais um sonho distante. O esforço conjunto, de universidades norte-americanas e suíças, gerou o produto que se ‘auto cicatriza’ quando danificado, depois de ser exposto a luz solar. Originalmente pensada para a pintura de carros, a tinta pode ser aplicada em quase tudo: de móveis até eletrodomésticos.

As pesquisas para se chegar à tinta que se regenera já são feitas há bastante tempo. Porém, é recente a fase que permite sua utilização em escala comercial e com preços competitivos.

Como funciona?

A aplicação se baseia na utilização de nano cápsulas que contém tinta e catalisador, que só é liberada no momento em que a pintura é riscada. Avalia-se que a recuperação de pintura ultrapassa 85% dos danos causados.

A tecnologia libera uma tinta no interior da pintura possibilitando que, segundos após ser riscado, o carro fique como era antes do risco, seja qual for a origem dele, um esbarrão em outro carro, arranhão humano ou por contato com algum outro objeto.

Para ser tecnicamente preciso, não existe uma tinta capaz de regenerar os próprios arranhões sofridos. O que temos, na realidade, é um material que faz o revestimento da lataria utilizado de base para a aplicação da tinta por cima.

O elemento inovador

A inovação do produto está no trabalho com íons metálicos que trabalham de maneira conjunta com o polímero. A função dos íons está em atuar como cola para as moléculas, então, todo e qualquer dano à pintura é reparado. Esse mecanismo ocorre quando da exposição aos raios ultravioleta.

Essa tecnologia foi aperfeiçoada depois de muitos testes baseados em tentativas e erros. O maior entrave ficou por conta da associação de duas qualidades necessárias: resistência e flexibilidade. Se o material ficava muito rígido, quebrava de maneira fácil e, se muito flexível, não se estabilizava.

Ao final, foi obtido o chamado meio termo e a tinta que se regenera é um produto pronto para ganhar o mercado consumidor em breve.

Compartilhe:
Facebook Twitter Linkedin Email Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *